Resenha: 100 dias na Terra.




Olá pessoas lindas, tudo bom com vocês?
Hoje trago a resenha de um livro muito legal e surpreendente que é o 100 dias na Terra, publicado pela editora parceira aqui do blog, a Upbooks.
Não é de hoje que a editora vem surpreendendo e trazendo às nossas prateleiras livros mágicos e cheios de amor, com esse não seria diferente.
Um livro de ficção que me encantou!

SINOPSE:

Quando se voluntariou para a missão, Calebe mal imaginava que o período que passaria na Terra mudaria a sua vida para sempre. Ao conseguir um trabalho como fotógrafo em um documentário, ele passa a maior parte do tempo viajando ao redor do mundo e terá a oportunidade de descobrir como as pessoas deste planeta lidam com muitas coisas – especialmente com a dor. Durante os 100 dias, ele é ajudado por Ariel, um anjo relator que já esteve por quase um século neste Planeta. Ao longo de sua jornada, Calebe precisará ser mais do que um mero espectador e se verá entre a amizade improvável com uma terráquea e novos sentimentos e experiências.
Título: 100 Dias na Terra
Autora: Rúbia Albuquerque
220 Páginas

RESUMO:

O livro conta a história de Calebe que se voluntariou para uma missão onde ele terá que passar 100 dias na Terra e com as experiências vividas aqui recolher informações para um relatório sobre como os habitantes daqui estão sendo afetados pela Grande Guerra, um conflito entre o bem e o mal.

Ele sempre teve o desejo de conhecer a Terra e quando finalmente o realiza vê o quão ela foi afetada com a Grande Guerra e o quanto ela é inferior ao seu Planeta Lundi. Aos poucos tenta se acostumar com as cores menos vibrantes, os cheiros, comidas e a todas as diferenças do seu planeta.

Calebe consegue um trabalho como fotógrafo em um documentário que busca retratar como pessoas de diferentes culturas lidam com a dor, as gravações ocorrem em diferentes países onde aconteceram tragédias que impactaram o mundo e as pessoas que as viveram.

No início ele tem suas próprias conclusões sobre Terra, mas no decorrer dos dias vividos aqui, passa a ver as coisas por uma outra perspectiva. Muitos sentimentos e situações novas para Calebe, especialmente quando conhece Madu, uma moça gentil e alegre, colega de trabalho no documentário.

Ele conta com a ajuda de um anjo chamado Ariel, que aparece sempre de repente e de um jeito diferente, achei ele bem engraçado e uma peça chave da história para nos tirar algumas dúvidas que surgem.

O QUE ACHEI:

Bom, Calebe é um protagonista que cativa qualquer um, simples, leal, fofo, sincero e etc. Ele sempre sabe o que dizer, sem precisar discutir com as pessoas com opiniões diferentes da dele.

Sua forma de descrever suas crenças ajuda as pessoas compreenderem melhor sobre Deus, sem forçar nenhuma barra, ele fala do que acredita e do que tem certeza de uma forma tão simples que faz com que os outros respeitem.

O que achei muito interessante, foram os dias de gravação dos relatos das pessoas que vivenciaram as tragédias. Pudemos vê-las de um ângulo bem diferente, apesar de serem fictícias, nos fez ter uma visão empática, pude me ver no lugar do outro e sentir sua dor. Porque por mais que os personagens sejam fictícios sabemos que existem pessoas que sofreram por causa das tragédias que de fato aconteceram e que até hoje tentam superar a dor da perda de um ente querido ou de suas casas e vida anterior.


Preciso falar sobre Madu, ou Maria Eduarda, uma personagem que a gente não dá nada por ela, mas que no desenrolar da história passamos a amar. Ela tem a mentalidade bem forte, não se deixa enganar fácil, mas desmancha todas suas armaduras para receber o amor e cuidado de Deus. Sou bem chorona e com o final dela chorei mesmo, foi simples, mas bem significativo. 

A narrativa do livro é muito boa, só tive um pequeno problema com os capítulos que são grandes e sou a favor de capítulos menores, mas assim que avancei a leitura queria que tivessem mais páginas para ler de tão gostosa que foi a história. Também senti que algumas dúvidas que temos no início do livro não são respondidas no final, o que me deixou um pouco confusa, mas nada que interfira na incrível estória .

Mas o que dizer do final? Lágrimas! O tempo de Calebe acaba e ele tem que voltar para Lundi. O Planeta Terra, mesmo sendo tão inferior ao dele o deixa com uma pontinha de desejo de ficar, existem sentimentos que ele quer muito alimentar, porém pra saber o que aconteceu você vai ter que ler.



Para finalizar, o que posso dizer é que ao iniciar a leitura não seja preconceituoso, lembre que é uma ficção e livros de ficção são maravilhosos e quando tem um toque do céu fica melhor ainda. Os personagens são muito inteligentes, em momentos do livro citam C. S. Lewis e outros livros legais, então esse livro é completo de coisas boas e amei a leitura!

CAPA E DIAGRAMAÇÃO: 

A capa não precisa de elogios porque né gente?! Maravilhosa! Sem contar nos detalhes do início do livro, a cada capítulo temos uma abertura que nos lembra do céu estrelado.
Ele com certeza entrou pra minha lista de capas preferidas!

Quero parabenizar a autora pelo lindo trabalho que realizou, tenho certeza que não deve ter sido fácil pesquisar sobre cada tragédia para nos trazer um conteúdo tão incrível e com uma qualidade absurda de boa! Obrigada mesmo, fico grata em nome de todos leitores! haha


Também parabenizo a editora que sempre encontra novos talentos e se dedica ao máximo para nos trazer livros de qualidade excelente!

E é isso! Espero que essa resenha tenha causando interesse de ler o livro!
Você o encontra nesse link abaixo:
LIVRO 100 DIAS NA TERRA

Um grande beijo, fiquem com Deus e até mais!

Me sigam também nas minhas redes sociais:



8 comentários:

  1. Parabéns pela resenha e pela parceria. Conheci a upbooks há pouco tempo e já estou suuuuper interessado nos livros 😀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada! A upbooks é uma ótima editora, super recomendo!
      :)

      Excluir
  2. Resenha linda! Quero muito ler o livro, parece ser incrível!

    ResponderExcluir
  3. Que resenha incrível! ! Amei muito ler. E gente, !que livro é esse??? Só por saber mais um pouco sobre outra pessoa, já sei que é incrível. Quero Leeeer

    ResponderExcluir
  4. Gostei da obra. Parece ser uma otima proposta. Adoro ficção cristã e essa parece ser edificante e cômica ao mesmo tempo. Tudo de bom. 😀

    ResponderExcluir